Poeta José Geraldo Corrêa
Autor dos livros Amor e Sabre, Sentenças do Corpo e O Abajur Público.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

Pequenos Ciclos 

As manhãs vestem ainda agasalhos,
O outono vive nos seus dias ardendo,
O sol, teia de luz de cabelos grisalhos,
Faz a tarde nascer a noite gemendo.

Na vida, que come chinelos de dedos,
Mariposas ainda esposam borboletas,
Fazem a esmo as sombras dos medos,
Na Lua, a distante rapariga sem tetas.

Hospedo inóspitos trechos de fraudes,
Pássaros empalhados gorjeiam valsas,
Encho de cólera e lágrimas os baldes,
Encharcados por sujas poesias falsas.


 
Dado Corrêa
Enviado por Dado Corrêa em 11/04/2018
Alterado em 11/04/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários